Fim do Projeto Ilustra

Olá! Fim de mês era dia de Projeto Ilustra aqui no blog, mas, ao invés de um desenho, hoje eu tenho uma notícia triste… o projeto acabou 😦

Assim como aconteceu em junho, eu não conseguia encontrar o tema de agosto nas redes sociais das participantes; mas, dessa vez, a gata escaldada resolveu perguntar qual era o tema para a Ana Blue, criadora do projeto. Foi aí que ela disse que estava dando um tempo no projeto, porque o pessoal tinha desanimado.

Eu não participo do grupo original, entrei no projeto quando abriram para o público, mas eu já tinha notado o desânimo geral.  Nós primeiros meses, mesmo atrasando, o pessoal ainda postava seus desenhos, mas, com o passar do tempo, cada vez menos ilustradoras compartilhavam os resultados de seus desafios.

Eu entendo a dificuldade de se envolver com um projeto anual. Em janeiro a gente não sabe como estará em agosto… a maioria das garotas é freela e realmente precisa aproveitar as oportunidades de trabalho quando aparecem, o que implica, muitas vezes, em abandonar projetos pessoais. Ninguém está “traindo o movimento” por isso. Mas eu confesso que estava me empenhando para conseguir cumprir as metas, mesmo com as dificuldades que o cotidiano nos coloca, e fiquei chateada com o final dele.

Na verdade, tenho me decepcionado repetidas vezes com projetos que envolvem muitas pessoas, pois, nessas situações, não dependemos apenas do nosso tempo e empenho, mas do tempo e empenho das outras pessoas também, e às vezes elas não estão na mesma vibe que nós… e não é culpa delas. Antes eu me sentia pior quando um projeto coletivo acabava antes do que deveria porque as pessoas envolvidas o abandonavam, mas uma coisa que a gente aprende com os anos é a perceber como cada pessoa é diferente e entende o mundo de maneira diferente. Não podemos usar apenas a nossa régua para medir o mundo.

O momento de cada pessoa é algo muito particular e só a própria pessoa sabe qual é o momento que ela está vivendo… e alguns momentos afetam não apenas a questão do tempo disponível para se envolver com desafios extras, mas também sua própria produção criativa. Tem época que estamos simplesmente travados, não sai nada, ou sai uma coisa só… outras não… faz parte daquele momento. Não podemos exigir das pessoas mais do que elas podem oferecer naquele momento. Quando comecei a entender isso, fiquei menos chateada por estar me empenhando muito em algo e não reconhecer nas outras pessoas o mesmo ímpeto. Seja lá o que estivesse me motivando, não necessariamente estava motivando os outros, então eu não poderia esperar que se comportassem como eu estava me comportando, seria muito egoísmo de minha parte.

A Ana Blue disse que outra pessoa ia assumir o projeto e ele ia mudar um pouco, mas ainda não vi ninguém se manifestar a respeito, e hoje já era dia de postar resultados… então acho que acabou mesmo. É uma pena, mas acontece com frequência o bastante para sabermos que outros virão 🙂

Enquanto isso, o blog segue com meus desafios pessoais, informações e outros desenhos 🙂

Eu até pensei em já adiantar nessa postagem alguns projetos novos que estão pipocando na minha mente, mas prefiro fazer uma postagem só para isso. De qualquer maneira, pode esperar que em breve tem projeto novo no blog!

 

Você também ficou “órfão” de algum projeto? Conta pra gente nos comentários!

 

Um abraço e logo!

 

Nani